░─├┼┴¨║¤▓╩

Professores e estudantes da ░─├┼┴¨║¤▓╩ se destacam em competi├ž├Áes da ├írea da Computa├ž├úo

Estudantes e professores da Faculdade de Computa├ž├úo (Facom) da ░─├┼┴¨║¤▓╩ estiveram em evid├¬ncia em tr├¬s eventos nacionais e internacionais no ├║ltimo m├¬s. Em outubro, grupos de estudantes orientados por professores alcan├žaram boas coloca├ž├Áes na Competi├ž├úo Brasileira e Latino Americana de Rob├│tica e na 28┬¬ Maratona de Programa├ž├úo. Em novembro, docentes receberam premia├ž├Áes no 22┬║ Simp├│sio Brasileiro de Qualidade de Software.╠ř╠ř

O diretor da Facom, Henrique Mongelli, afirma que os docentes e estudantes t├¬m recebido diversas premia├ž├Áes nos ├║ltimos anos. “Al├ęm das premia├ž├Áes mencionadas, em 2023 tivemos outras nas diversas ├íreas de pesquisa da nossa unidade. Estes resultados mostram o compromisso da Facom em oferecer ensino, pesquisa e extens├úo de excel├¬ncia, e repercutem de forma muito positiva na comunidade de Computa├ž├úo nacional e internacional”, diz.

A professora Patr├şcia Gomes Fernandes Matsubara foi a vencedora do Concurso de Teses e Disserta├ž├Áes do , realizado de 7 a 10 de novembro em Bras├şlia, no Distrito Federal. A tese intitulada SwEDeL: Software Estimates’ Defense Lenses Designed from Negotiation Methods foi desenvolvida na ░─├┼┴¨║¤▓╩ Federal do Amazonas (UFAM), sob orienta├ž├úo da professora Tayana Conte (UFAM) e dos coorientadores Bruno Gadelha (UFAM) e Igor Steinmacher, da ░─├┼┴¨║¤▓╩ do Norte do Arizona (EUA).

Contente com o resultado, a professora destaca o apoio da ░─├┼┴¨║¤▓╩ durante a trajet├│ria. ÔÇťTer tido a possibilidade de me afastar, de me dedicar de fato e alcan├žar um resultado como esse representa a coroa├ž├úo de um grande esfor├žo de quase quatro anos, feito por mim, claro, e por meus orientadores. ├ë um resultado que mostra que a gente da ░─├┼┴¨║¤▓╩ e da regi├úo Centro-Oeste tem potencial de fazer pesquisa de boa qualidade a n├şvel nacional e internacionalÔÇŁ, relatou. No evento, al├ęm da conquista no concurso, a professora ainda recebeu premia├ž├úo como Distinguished Reviewer (revisora ilustre) na Trilha de Pesquisa em Qualidade de Software.

O docente da Facom, Awdren Font├úo, tamb├ęm recebeu o pr├¬mio de revisor ilustre, em reconhecimento ├á┬áqualidade de seu trabalho e dedica├ž├úo como membro do comit├¬ de programa da Trilha de Educa├ž├úo em Qualidade de Software. ÔÇť├ë importante ajudar a comunidade cient├şfica na revis├úo da qualidade de contribui├ž├úo dos artigos cient├şficos. Muita gente esquece que n├úo ├ę s├│ submeter artigos que destacam a contribui├ž├úo para a ci├¬ncia. Atuar como revisor ├ę parte do servi├žo. Al├ęm de ajudar a comunidade, aprimora o meu conhecimento. Com esse reconhecimento demonstramos o nosso compromisso com um servi├žo de qualidade, conhecimento t├ęcnico e relev├óncia da contribui├ž├úoÔÇŁ, pontuou.

Competi├ž├Áes estudantis

Equipes de estudantes da ░─├┼┴¨║¤▓╩ participaram de eventos internacionais e competiram com rob├┤s para auxiliar com problemas de programa├ž├úo. A prepara├ž├úo foi feita em atividades de extens├úo na ░─├┼┴¨║¤▓╩ e os times contaram com a orienta├ž├úo e acompanhamento dos professores Anderson Vi├žoso de Ara├║jo e Amaury Ant├┤nio de Castro Junior.

Para Anderson, o sentimento ├ę de dever cumprido. ÔÇť├ë muito bom orientar e treinar um grupo que se dedica e se preocupa em sempre melhorar. Esse tipo de evento prepara os estudantes para trabalharem em equipe, resolverem problemas sob press├úo, pensarem rapidamente na solu├ž├úo e na otimiza├ž├úo de solu├ž├Áes. Esta conquista foi maravilhosa, mas ├ę ainda mais significativa se considerarmos todas as competi├ž├Áes que eles participaram. Marcaram hist├│ria na FacomÔÇŁ, disse.

ÔÇťO trabalho de incentivo e apoio aos estudantes ├ę algo que nos realiza como professores e educadores, criar essas oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional para eles ├ę fant├ístico. Obviamente, a busca por resultados ├ę um dos objetivos, no entanto, para os estudantes, s├│ de estarem l├í, em outra cidade do pa├şs, conhecendo lugares, culturas e pessoas, ├ę uma grande conquista. Ainda assim, nossas equipes t├¬m se destacado nessas competi├ž├Áes, alcan├žando bons resultados e superando, muitas vezes, equipes de institui├ž├Áes renomadas no pa├şs e no mundoÔÇŁ, apontou Amaury.

Na final da , realizada entre 19 e 21 de outubro em Chapec├│, Santa Catarina, a equipe intitulada Vendo muda de SegTree por LOG(n) ou troco por O(1) alcan├žou a 47┬¬ coloca├ž├úo entre 404 times de 16 pa├şses da Am├ęrica Latina. O grupo foi composto pelos estudantes Jo├úo Victor Santos, Luiz Santos e Matheus Vyctor Esp├şndola.┬á

Luiz ├ę estudante de Engenharia de Computa├ž├úo e contou que j├í representou a ░─├┼┴¨║¤▓╩ em cinco finais brasileiras e que tem visto, a cada ano, o desenvolvimento da prova. ÔÇťTem ficado mais dif├şcil e tamb├ęm mais competitiva. Al├ęm das faculdades tradicionais que continuam montando times fortes, outras faculdades tamb├ęm t├¬m criado uma cultura de maratona, entre elas a ░─├┼┴¨║¤▓╩. Neste ano, eu e Matheus Vyctor ministramos um treinamento voltado ao evento e intensificamos as atividades no ├║ltimo m├¬s antes da final. Confesso que gostar├şamos de uma coloca├ž├úo melhor, mas ficamos muito contentes com essa posi├ž├úo. O time estava bom e entrosado, mas o n├şvel da competi├ž├úo aumentou mesmo. Espero que nos pr├│ximos anos tenhamos mais times fortes para, quem sabe, trazer uma medalha para o MSÔÇŁ, falou.

Na , realizada de 7 a 12 de outubro em Salvador, Bahia, a equipe do alcan├žou a 12┬¬ posi├ž├úo entre 23 times. O grupo participante foi composto pelos estudantes Allan Menchik da Cunha, Amanda Ottoni Petini, Ana Karolina da Silva Barbosa, F├íbio Huang, Nat├ília Silva Duarte, Rafael Torres Nantes e Raphaella Brand├úo Jacques.┬á

ÔÇťFoi minha primeira participa├ž├úo na competi├ž├úo, e a experi├¬ncia foi incr├şvel. N├úo s├│ o evento em si foi muito agregador, como tamb├ęm todo o preparo contribuiu com novos conhecimentos e experi├¬ncias. Olhando a classifica├ž├úo geral pode parecer que n├úo fomos t├úo bem, mas a verdade ├ę que fomos muito melhor do que esper├ívamos. A maior parte das equipes tem muitos integrantes e tamb├ęm patrocinadores, o que acaba fazendo diferen├ža. Considerando que n├úo t├şnhamos nenhum, conseguimos ir extremamente bem. Ganhamos muitos jogos e muitos dos que perdemos foi por uma diferen├ža muito pequena, isso fez todo o esfor├žo valer a penaÔÇŁ, pontuou a estudante de Engenharia de Computa├ž├úo, Amanda Ottoni Petini.

A futura engenheira de computa├ž├úo relembrou tamb├ęm como foi a prepara├ž├úo para o evento. ÔÇťOcorreu o ano todo, mas principalmente nos ├║ltimos meses antes da competi├ž├úo. Foram horas no laborat├│rio para fazer tudo funcionar da melhor forma que conseguimos. Teve dias que a equipe ficou a madrugada na faculdade produzindo. Foi tudo muito cansativo, mas compensou totalmente quando chegamos no evento e come├žamos a competirÔÇŁ.

Tamb├ęm no 8┬║ semestre de Engenharia de Computa├ž├úo, Nat├ília Duarte contou que os desafios encontrados na competi├ž├úo foram realmente dif├şceis, mas fizeram com que o time se desenvolvesse tecnicamente e enquanto equipe. ÔÇťAt├ę, de fato, irmos para a CBR 2023, eu acreditava que s├│ a prepara├ž├úo j├í era divertida o suficiente, agora, depois do evento, posso dizer que foi uma das melhores experi├¬ncias da minha vida acad├¬mica. Poder representar a ░─├┼┴¨║¤▓╩ em uma competi├ž├úo Latino Americana, tendo a oportunidade de jogar contra equipes prestigiadas internacionalmente foi realmente inexplic├ívelÔÇŁ, finalizou.

Texto: Elton Ricci e Ariane Comineti 

Fotos: Arquivos de Patr├şcia Matsubara, Awdren Font├úo, Amaury de Castro e Amanda Petini┬á