░─├┼┴¨║¤▓╩

Iniciativa leva o conhecimento cient├şfico para os assentamentos de Nova Andradina

A ░─├┼┴¨║¤▓╩ ├ę um espa├žo de est├şmulo ├á pesquisa e ├á ci├¬ncia, mas tamb├ęm atua com a transforma├ž├úo social. Os saberes produzidos e adquiridos se expandem para outras esferas da sociedade. Neste sentido, estudantes e professores do ░ń├ó│ż▒Ŕ│▄▓§ de Nova Andradina levam o conhecimento cient├şfico produzido┬á na ░─├┼┴¨║¤▓╩ para os assentamentos a partir do projeto de extens├úo ░─├┼┴¨║¤▓╩ vai ao campo.╠ř

A iniciativa surgiu a partir de conversas com servidores da Ag├¬ncia de Desenvolvimento Agr├írio e Extens├úo Rural (Agraer) do munic├şpio. Foi assim que o professor do ░ń├ó│ż▒Ŕ│▄▓§ de Nova Andradina, Fabiano Greter Moreira, identificou a necessidade da ░─├┼┴¨║¤▓╩ contribuir com o desenvolvimento dos assentamentos, principalmente em quest├Áes de gest├úo de lote e processos produtivos.╠ř

░─├┼┴¨║¤▓╩ vai ao campo ├ę um projeto multidisciplinar que abarca tr├¬s cursos: Administra├ž├úo, Ci├¬ncias Cont├íbeis e Engenharia de Produ├ž├úo. Com o objetivo de oferecer o atendimento gratuito nas ├íreas de conhecimento dos cursos envolvidos, para fortalecer o desenvolvimento dos assentamentos, o projeto pretende atender os Assentamentos Teijin, S├úo Jo├úo, Santa Olga e Casa Verde.

ÔÇťAcredita-se que com o projeto de extens├úo, novas fronteiras do conhecimento e de aprendizado sejam exploradas e, acima de tudo, o reconhecimento da ░─├┼┴¨║¤▓╩ como ferramenta primordial para o desenvolvimento econ├┤mico, ambiental e social da regi├úo do Vale do IvinhemaÔÇŁ, destaca o professor e coordenador da iniciativa.

O presidente da Associa├ž├úo de moradores do assentamento Teijin, Nelson Aparecido comenta que a experi├¬ncia com o projeto tem sido positiva, pois os professores e estudantes oferecem suporte ├á associa├ž├úo e aos associados. ÔÇťO projeto ir├í contribuir para o fortalecimento entre s├│cios, ajudando no desenvolvimento comunit├írio socialÔÇŁ, comenta Nelson.╠ř

O pr├│ximo passo, ap├│s os encontros realizados nos assentamentos, ├ę promover reuni├Áes no ░ń├ó│ż▒Ŕ│▄▓§ para estreitar os la├žos da ░─├┼┴¨║¤▓╩ com a comunidade envolvida no projeto.╠řO projeto de extens├úo conta a parceria de outras institui├ž├Áes municipais e estaduais que atuam com assentamentos rurais na regi├úo, como a Agraer e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado (SEMDI).

Quando se trata de desenvolvimento socioecon├┤mico, a constru├ž├úo ├ę conjunto ├ę essencial, pois cada assentamento tem caracter├şsticas pr├│prias, como explica Fabiano Greter. Assim, o ░─├┼┴¨║¤▓╩ vai ao campo busca orientar a gest├úo das propriedades e a contabilidade rural, auxiliar os assentados em seus direitos e deveres em rela├ž├úo ├ás ag├¬ncias reguladoras, expor aspectos psicossociais na constru├ž├úo da cidadania e discutir elementos de produ├ž├úo e comercializa├ž├úo de produtos.

O Coordenador Regional da Agraer, Sandro Henrique e o Coordenador da Ag├¬ncia Municipal da Agraer de Nova Andradina, Rodrigo Zanoni, destacam que o projeto traz benef├şcios para todos os envolvidos. As organiza├ž├Áes recebem importantes informa├ž├Áes, enquanto a comunidade e os estudantes s├úo beneficiados. ÔÇť├ë bom para a organiza├ž├úo dos produtores, pois a fortalece ├á medida que traz elementos importantes para a gest├úo dos bens sob sua responsabilidade. J├í para os alunos, h├í a oportunidade de vivenciar os desafios que fazem parte do dia a dia do agricultor familiar e suas organiza├ž├ÁesÔÇŁ.

Texto: Raquel Alves

Fotos: Arquivo/Fabiano Greter Moreira